pesquisar
redes sociais
idioma pt en
07/12/2017

Já ouviu falar em ''Febre de Soldador''?

Febre causada por fumaça de solda
 

Febre de soldador

 

A febre causada por fumaça de solda, também chamada “febre de soldador”, é uma doença sistêmica com sintomas de febre súbita e aumento de glóbulos brancos periféricos, que pertence ao tipo de febre de fumaça de metal, cuja causa da doença é devido à inalação de óxido de metal.

 

 

Principais equipamentos de proteção:

 

1 – Avental, mangote e perneira em raspa;

Servem para proteger o tronco e os membros do soldador de queimaduras e agentes abrasivos.

 

2 – Máscara de solda

Vão proteger o rosto e olhos de queimaduras e agentes abrasivos;

 

3 – Luvas em raspa

Esse EPI protege as mãos contra agentes abrasivos e queimaduras.

 

4 – Óculos para solda

Protege a visão do soldador contra impacto de partículas, fragmentos, faíscas e luminosidade intensa.

 

5 – Máscara de proteção respiratória

Irá proteger o soldador contra fumos metálicos que causam doenças respiratórias. É muito importante principalmente em ambiente confinados.

 

6 - Botina de segurança

Serve para proteger o trabalhador contra impactos de metais, além de oferecer resistência à abrasão e objetos cortantes, e oferecer maior estabilidade.

Um bom soldador não apenas executa seu trabalho com qualidade, como também é responsável e toma as precauções necessárias que garantem sua integridade física. Da mesma forma, o bom empregador também deve ser responsável por fornecer e cobrar o uso dos EPIs.

 

Ao se expor a fumaça de óxido de metal, o efeito da doença manifesta-se 6-12 horas depois, com sintomas de vertigem, sensação de fraqueza, sensação de aperto no peito, dispneia e dores nos músculos e juntas. Depois disso, o paciente tem febre e leucocitose, em casos mais caso graves, sente frio e treme.

 

Fonte: www.prevencaonline.net

 

Mais informações acesse: http://www.prevencaonline.net/…/soldagem-e-seus-principais-…