5 DICAS PARA SOLDAR ELETRODO REVESTIDO

Como funciona o Processo de Soldagem com Eletrodo Revestido

Antes de dar as 5 dicas para soldar eletrodo revestido vamos aprender o conceito e funcionamento do processo de soldagem com este material. 
A máquina de solda é um equipamento que transforma a energia da rede elétrica para a tensão adequada na soldagem.
A soldagem se inicia quando um arco elétrico é criado entre a ponta do eletrodo e o metal de base.

O intenso calor gerado funde o eletrodo a superfície da peça nas proximidades do arco. Por isso, pequenos glóbulos de metal rapidamente se formam na ponta do eletrodo e são transferidos através do arco elétrico para uma poça de metal que se estabelece sobre a peça, assim o metal é adicionado à medida que o eletrodo é consumido.

Com o deslocamento do eletrodo e por consequência do arco ao longo da soldagem, o metal de base vai fundindo-se com o do metal do eletrodo. Com temperaturas superiores a 5000º Celsius o arco elétrico funde-se ao metal base quase instantaneamente após a abertura do arco.

A corrente elétrica necessária para fundir o eletrodo e o metal de base é estabelecida por uma tensão entre 16 e 40 volts e a intensidade entre 20 e 550 amperes, que pode ser tanto alternada quanto contínua, considerando-se para todos esses fatores as características do eletrodo empregado.

DICA NÚMERO 1 - Utilizar o equipamento correspondente ao serviço

Na solda deve-se utilizar o equipamento correspondente ao serviço que precisa ser feito. Cada processo e potência de equipamento é feito para atender diferentes tipos de situação e serviços. Vamos começar dividindo em três categorias: Hobby; Profissional e Industrial. E algumas maquinas que indicamos para cada uma delas.

HOBBY: Equipamentos de 80 a 160A. EVO 130C, EVO 160M, EVO 220C E STAREVO200M
PROFISSIONAL: Equipamentos de 200 a 300A. STARARC 200UR,  STARARC 200M, STARARC 400M
INDUSTRIAL: Equipamentos a partir de 400A. STARARC 400M

DICA NÚMERO 2 - Verifique o material do consumível e do metal base

Verifique o material do consumível e do metal base, o tipo de metal base ajuda a definir o processo ideal e o consumível correto para o serviço.

Aço Carbono pode ser soldado com eletrodo E6013, E7018.
Inox pode ser soldado com eletrodo inox como o E316L.
Alumínio é o único que não tem a opção para eletrodo, por somente ser possível soldagem nos processos MIG/MAG ou TIG.

DICA NÚMERO 3 - Consulte a tabela de amperagem AWS

Você deve consultar a tabela AWS para definir a amperagem necessária para o serviço, considerando parâmetros de tipo do eletrodo e diâmetro do eletrodo

A tabela abaixo mostra os parâmetros recomendados para a soldagem com eletrodos para aço carbono e suas respectivas taxas de deposição e eficiências de deposição

Eletrodo (AWS)
Diâmetro (mm)
Corrente (A)
Máquinas
E6010
2,5 3,2 4,0 5,0
60 – 80 80 – 140 90 – 180 120 – 250
STARARC-300M STARARC-400M
E6011
2,5 3,2 4,0 5,0
40 – 75 60 – 125 80 – 180 120 – 230
STARARC-300M STARARC-400M
E6013
2,0 2,5 3,2 4,0 5,0
50 – 70 60 – 100 80 – 150 105 – 205 155 – 300
EVOMIG-130 STAREVO-200M STARARC-200M STARARC-200UR STARARC-300M STARARC-400M ARGONTIG-200 SMARTTIG-200 AC/DC STARMIG-150 STARMIG-185 STARMIG-185M STARMIG-255
E7024
3,2 4,0 5,0 6,0
130 – 170 140 – 230 210 – 350 270 – 430
STARARC-300M STARARC-400M
E7018 E7018-1
2,5 3,2 4,0 5,0
65 – 105 100 – 150 130 – 200 185 – 270
STAREVO-200M STARARC-200UR STARARC-200M STARARC-300M STARARC-400M ARGONTIG-200 SMART TIG-200 AC/DC STARMIG-150 STARMIG-150M STARMIG185 STARMIG-185M STARMIG-255

DICA NÚMERO 4 - Segurança em primeiro lugar! Utilize os EPIs

Os EPIs são importantíssimas e não podem faltar na hora da soldagem, são eles que garantem a sua segurança e conforto para soldar

Roupa antichama: jaqueta de manga comprida e calça ou avental de raspa de couro
Luvas antichama: essenciais para proteção das mãos: luvas de raspa de couro
Capacete de proteção: para proteger os olhos da luz intensa e o rosto do calor.
Touca de solda:
protege pescoço, cabelo orelha
Calçado de proteção: protege os pés

EPI completo

DICA NÚMERO 5 - ÂNGULO DE SOLDAGEM

Solde com o eletrodo em 90º em relação a chapa e mantenha velocidade e largura do cordão, uma solda uniforme além de ter um acabamento melhor, garante também a resistência da solda realizada

    No posts found!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
De volta ao topo